28/04/2019

[Crítica] Vingadores: Ultimato



Na última quinta-feira, chegou aos cinemas o filme Vingadores: Ultimato, a culminação de 11 anos e 22 filmes da Marvel. É até difícil focar apenas na crítica do filme sem agir como um fã indo à loucura. Nós acompanhamos cada filme, cada personagem. Crescemos com eles, amadurecemos com eles. Alguns filmes foram excelentes, outros nem tanto, mas não podemos negar que nos apegamos a esse universo. Nos primeiros filmes, enquanto não sabíamos muito bem o que a Marvel estava tentando fazer, pareciam apenas filmes no mesmo universo. Porém, o primeiro Vingadores chegou com tudo, mostrando que o estúdio não estava para brincadeiras, e que eles estavam prontos para construir algo bem maior.

Os irmãos Russo sabiam da missão que tinham em mãos. Eles sabiam que esse filme era a cereja do bolo, e que muitas pontas soltas ao longo desses onze anos precisariam ser amarradas. E eles fizeram isso com maestria. E, por se tratar de um universo tão grande e complexo, saiba que as mortes virão. Elas são inevitáveis. Esse é o fim do jogo.

A morte, inclusive, é uma das coisas que dita o ritmo do filme (mas não a única). Os personagens ainda estão de luto por tudo e todos que perderam após o estalar de dedos de Thanos ao final de Guerra Infinita. Ruas desertas, corações partidos, sem conseguir seguir em frente. A perda, inclusive, é constante no filme todo, e é quase um personagem novo. Porém, eles estão com sangue nos olhos e, com a chegada da Capitã Marvel, pensam ter uma chance de derrotar o Titã Louco. Em Ultimato, acima de qualquer outro filme, eles fazem jus ao nome da equipe e à frase que Tony Stark diz para Loki no primeiro Vingadores: se não pudermos proteger a Terra, com certeza iremos vingá-la.

Tudo o que você precisa saber sobre Thanos, o Titã Louco



Se Guerra Infinita era um filme sobre Thanos, Ultimato é um filme totalmente sobre os Vingadores. Para quem cresceu acompanhando as HQ's, desde que adaptações do tipo se tornaram possíveis até os dias de hoje, todos os fãs esperaram para ver algo épico no cinema, e Ultimato nos dá essa sensação. São 11 anos de trabalho com um final de três horas, e não poderia ter sido mais espetacular.

Acima de qualquer coisa, Vingadores: Ultimato é um filme sobre os seis Vingadores originais: Homem de Ferro, Viúva Negra, Thor, Hulk, Gavião e Capitão América. Eles não se deram tão bem no começo, é verdade, mas chegaram até aqui, juntos. Personagens pouco aproveitados em outros filmes têm bem mais tempo de tela. Não só os Vingadores, mas vários outros personagens que apareceram no MCU. Os atores estão mais do que confortáveis em seus papéis.

Todas as expectativas acerca do filme são superadas. Por ser a conclusão de uma era, e o fim dos ciclos de vários personagens, o filme é um mix de sentimentos. Você vai rir, vai chorar (e tá tudo bem), vai se sentir em pânico, vai vibrar, vai bater palmas. Vingadores: Ultimato não é só a conclusão da Saga do Infinito, é uma carta de amor aos fãs, agradecendo por tê-los acompanhado até aqui. O fan service está mais presente do que nunca, mostrando que, além de diretores, Joe e Anthony Russo também são fãs dos personagens.

Ciclos são fechados, mas vários outros são iniciados. Podem ter certeza que coisas boas estão por vir. Mesmo com a saída dos irmãos Russo da Marvel (eles já afirmaram isso), foram deixados indícios das novas histórias, e nós sabemos que, se bem trabalhadas, teremos personagens tão ou mais marcantes do que aqueles que não deixaram.

Vingadores: Ultimato é mais que só um filme. É um marco na cultura pop e na indústria cinematográfica. É a prova viva (ou nem tão viva assim) de que, com paciência e planejamento, é possível fazer coisas grandiosas.

Nota:




5 comentários:

  1. Maravilhoso! Concordo plenamente com todas as palavras, filme incrível, elenco incrível, direção incrível, e espero do fundo do meu coração que os novos diretores que assumiram daqui pra frente, façam juz ao trabalho dos Russo até aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também espero.
      Claro, a saudade fica. Foram 11 anos acompanhando os personagens. Porém, tem outras centenas de personagens e histórias para serem adaptados. Só vem <3

      Excluir
  2. O MELHOR filme que já vi em toda minha vida!
    Sua resenha ficou incrível!
    Chorei muito com o filme, Marvel é sempre brilhante! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou meio suspeito pra falar que foi o melhor filme da minha vida, mas acho que tá no top 3 haha
      Obrigado <3

      Excluir

Siga-nos no Instagram @dicasdojess