22/02/2019

[Resenha] A Escolha dos Três (A Torre Negra Vol. 2)



Ficha técnica:

A Escolha dos Três
Autor: Stephen King
Ano de publicação: 2017
Nº de páginas: 416

E damos mais um passo em direção à Torre Negra!

Com A Escolha dos Três, King dá continuidade à jornada de Roland, o último pistoleiro, na busca pela mítica Torre Negra.

No final de O Pistoleiro, é revelado a Roland que ele terá de encontrar três pessoas para lhe acompanhar em sua jornada: o Prisioneiro, a Dama das Sombras e a Morte. É essa busca que dita o ritmo do livro.
Horas após o final de O Pistoleiro, Roland vaga sozinho por uma praia, tentando não er devorado por lagostrosidades (lagostas mutantes). Ele acaba encontrando uma porta, que o leva até à Nova York de 1987. Lá, ele conhece Eddie Dean, um viciado em heroína, um prisioneiro de seu próprio vício.

Agora, Roland precisa encontrar a Dama das Sombras. Ele encontra uma segunda porta, que o leva à mesma Nova York onde ele encontrou Eddie, mas vinte anos antes. Ele conhece Odetta Holmes, uma mulher negra e cadeirante, ativista do movimento pelos direitos civis dos negros. Porém, ela tem transtorno de dupla personalidade, e sua outra parte, Detta Walker, é uma ladra psicótica, que mataria alguém só porque acordou com vontade de fazer aquilo.

Por último, mas não menos importante, Jack Mort, a Morte. O ano é 1977. Jack é um assassino inescrupuloso, responsável pela primeira morte de Jake Chambers, antes de o garoto ir para o Mundo Médio. Mesmo aparecendo num curto período de tempo, tem uma importância gigantesca, trazendo uma reviravolta espetacular para a história, que servirá de gancho para As Terras Devastadas, terceiro livro da série.



Muitos fãs de King consideram a série como o ponto alto da vida do autor, mas também dizem que, se você vai ler A Torre Negra, precisará de um pouco de paciência com os dois primeiros livros.

É, eu precisei de um pouquinho de paciência. Não, o livro não é ruim mas, se você está esperando um pouco de ação e cabeças rolando, vai ter que esperar os próximos livros. Aqui, a história foca, literalmente, na jornada de Roland para encontrar os três da profecia, e no seu relacionamento com cada um deles. O relacionamento do pistoleiro com Odetta Holmes / Detta Walker é um tanto complicado, é verdade mas, em Eddie Dean, Roland acaba encontrando um amigo inesperado. Alguém disposto a encontrar a Torre junto com ele.

Se a história peca um pouco na ação, acaba deixando vários ganchos para os próximos livros. Portas que aparecem na praia e te fazem viajar pelo espaço-tempo parece ser só o começo do que Stephen King irá nos proporcionar. 

A Escolha dos Três é só o começo da jornada de Roland, Eddie e Suzannah, mas serviu para nos mostrar que, independente do caminho que decidamos seguir, não podemos fugir daquilo que nos foi destinado.

Nota: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos no Instagram @dicasdojess