18/01/2019

[Dicas] O que é SEO? Aprenda como funciona a otimização de sites

O que é SEO?



Cada vez que você publica algo em seu blog / site, espera que as pessoas vejam esse post, certo? Mas pense que também há milhares de pessoas postando o mesmo que você. Seu site de esportes não é o único que existe, e seu blog literário também não é. Então, como se destacar dentre os demais?

E se eu te falar que há maneiras de o público achar seus posts com mais facilidade? Sim, é possível, mas não é uma tarefa fácil. Há uma série de otimizações que você pode realizar em seu blog. Além de melhorar a experiência do seu leitor, isso é um resultado excelente aos olhos dos motores de busca.

SEO (Search Engine Optimization, ou Otimização Para Mecanismos de Busca) é um conjunto de técnicas de otimização para sites, blogs e marketing digital, permitindo que o site melhore o posicionamento dos resultados orgânicos nos mecanismos de busca, como o Google. Ou seja, essas técnicas são fundamentais para que seu trabalho ganhe destaque.
Quando o SEO é feito da maneira correta, ele aumenta (e muito!) a visibilidade do site. Com mais acessos orgânicos, mais pessoas falarão sobre o site. Você terá mais acessos, e poderá até mesmo conseguir parcerias / clientes, dependendo do foco do site e do seu objetivo com ele.

Existem vários tipos de sites. Um e-commerce precisa vender. Um blogueiro quer que seus posts sejam lidos. Esses objetivos, também conhecidos como conversões, são variados, como acessos, clique, compras e downloads. Independente do foco do site, com uma otimização bem-feita e um trabalho de qualidade, resultados serão alcançados.

Os robôs do Google funcionam como rastreadores. Por exemplo, quando se está numa biblioteca e quer um livro de terror, você vai direto nas prateleiras com livro de terror ou procura por todas as prateleiras da biblioteca? É isso que os robôs fazem. Buscam os posts que melhor atendem as buscas do usuário.



Palavras-chave em SEO


Para que o SEO dê certo, precisamos utilizar as palavras-chave corretas. Palavras-chave são termos específicos sobre o tema que você está escrevendo. Se você fala sobre cinema, insira palavras relacionadas. Para descobrir palavras relacionadas sobre o tema do seu post, você pode utilizar o KeyWord Tool ou o SEMrush. Ambas são ferramentas que mostram quais as palavras mais procuradas em cada tema.


Entretanto, utilizar as palavras-chave em seu blog não significa que você deve socar palavras-chave em todo canto possível. Pra falar a verdade, o tiro sairia pela culatra, pois os mecanismos de pesquisa vão pensar que você está abusando das palavras-chave, e isso não fará você subir no ranking de pesquisa orgânica. Um bom conselho é utilizar uma ou duas palavras-chave de cauda longa. Dessa forma, você trará os visitantes corretos para seu site.



Há mais de um tipo de palavra-chave, mas não se preocupe, pois não há dificuldade em diferenciá-las.

Head Tail Keyword

São palavras únicas, e esse tipo de palavra-chave possui o maior volume de buscas mensais. Um exemplo disso é a palavra marketing, que possui mais de 70 mil buscas mensais. Imagine a quantidade de acessos que seu blog teria se estivesse na primeira página dos mecanismos de busca?

Mas há um problemão. A utilização desse tipo de palavra-chave é extremamente comum, o que só aumenta a concorrência. A palavra marketing pode ser encontrada num artigo sobre tecnologia, moda ou livros. Assuntos totalmente diferentes, mas com uma mesma palavra-chave.



Palavras-chave de cauda longa

O pote de ouro no fim do arco-íris. Palavras-chave de cauda longa (long tail keyword) são mais específicas e fáceis de rankear. Por exemplo, você quer saber alguns livros que já foram adaptados. Se você pesquisar apenas livros, vai receber um conteúdo totalmente diferente daquele que procura. O correto seria pesquisar livros que já foram adaptados ou adaptações literárias.




Não é correto jogar a palavra-chave em qualquer lugar do seu post. Precisa fazer algum sentido dentro do contexto, claro. Há quatro lugares essenciais que você deve inserir palavras-chave:

Título

O título do post é a primeira coisa que seu usuário vai ver quando o post aparecer nos mecanismos de pesquisa, por isso é vital que o título possua palavra-chave. Você deve inserir a palavra chave nos primeiros 65 caracteres do título, pois é onde o Google faz o corte na página de resultados dos mecanismos de pesquisa. Oficialmente, o Google mede por pixels, não por quantidade de caracteres. Atualmente, a largura está em 600 pixels, que dá mais ou menos 65 caracteres. Por via das dúvidas, se o título for longo, coloque a palavra-chave logo no início.

Cabeçalho e corpo


Se você vai falar sobre um tema, precisa colocar as palavras-chave no texto também! Porém, não exagere. Mas não faça da palavra-chave seu foco principal do post, muito menos abuse de seu uso. Use-as com moderação.


URL


Sabia que os mecanismos de pesquisa também verificam as url's dos sites? É uma ótima forma de otimizar seus posts, então insira ao menos uma palavra-chave no link do post.

Metadescrição


Metadescrição é o texto adicional que aparece nas buscas. Sabe aquele pequeno resumo sobre o tema do post? Então, é a metadescrição. Ela é bem importante, pois boa parte dos usuários decide pela metadescrição se um post é relativo ou não.

SEO para dispositivos móveis


Praticamente todo mundo usa celular hoje em dia. Às vezes, você tá na rua e precisa pesquisar alguma coisa. Faz o que? "Joga no Google".
O Google já revelou que as pessoas buscam muito mais pelos celulares do que pelos computadores. Logo, a empresa exibe os resultados para dispositivos móveis primeiro. Isso significa que você também precisa dar atenção aos usuários que visitam seu site através de smartphones e tablets.

Otimize suas imagens


Nem só de texto vive um blog, mas também da boa e velha imagem. Porém, os mecanismos de pesquisa não enxergam as imagens da mesma forma que os humanos, então eles procuram por algo que é chamado de texto alternativo, que nada mais é do que um atributo adicionado à uma imagem. Pode não parecer nada mas, para os mecanismos de busca, há uma imensa diferença numa imagem com o título IMG09876 e uma chamada melhores-leituras-de-2018



Tempo de permanência na página


Se o usuário está visitando nosso site, esperamos que ele fique o máximo de tempo possível. Logo, precisamos de algumas coisinhas:

Conteúdo de qualidade: o usuário chegou ao seu site. Se ele não encontrar um conteúdo bom, ele nunca mais voltará. Logo, você precisa fazer posts de qualidade. Você precisa fazer um post que atraia a atenção de seu leitor, e faça ele desejar estar no seu blog sempre que possível.



Layout: um bom blog precisa de um bom layout. Não adianta você ser um expert naquele assunto e o layout do seu blog não ser atraente. Lembre-se, o usuário quer se sentir à vontade lendo seu post, então proporcione a ele algo assim. E lembre-se, a maioria dos acessos são feitos por smartphones, então seu layout também precisa ser responsivo. Não adianta ser o site mais lindo do mundo nos desktops, mas desconfigurados em sua versão mobile.

Links: sempre que possível, insira links em seus posts. Porém, seja sensato. Insira links que tenham a ver com o post que você está escrevendo. Isso aumenta a curiosidade do usuário, além de mantê-lo por mais tempo em seu blog.


Google Search Console

Ferramenta do Google para webmasters. Essa ferramenta permite que eles verifiquem o status de indexação e otimizem seus sites e blogs. Ela possui uma seção chamada Relatório de Search Analytics. Esse relatório te ajuda a descobrir quais palavras-chave os usuários estão usando para encontrar seu blog.


Claro, isso não é tudo o que há para aprender sobre SEO, mas já é um passo para você estudar mais sobre o assunto.

O post foi útil? Vocês estão gostando desses posts informativos? A opinião de vocês é muito importante, para eu saber se vale a pena fazer mais posts assim.


2 comentários:

  1. Tá de parabéns! Texto bem informativo, e tudo explicado de uma maneira bem fácil de entender, eu adorei o post!

    ResponderExcluir

Siga-nos no Instagram @dicasdojess