08/02/2018

[Resenha] Meio Rei



Ficha Técnica


Meio Rei
Autor: Joe Abercrombie
Ano de Lançamento: 2016
Nº de Páginas: 288

Missão dada é missão cumprida. Eu disse que leria mais livros de literatura fantástica, e cá estou. Na mesma moeda, Joe Abercrombie nos prometeu uma trilogia fantástica, e cumpriu com louvor. Recentemente, Meia Guerra, terceiro livro da trilogia Mar Despedaçado, foi publicado pela Editora Arqueiro. Pouco antes disso, eu já havia me interessado pela premissa da história. Então pensei: por que não?

Sabe quando você acerta em cheio na escolha de um livro? É exatamente assim com Meio Rei. Yarvi é filho caçula do rei Uthrik. Ele nasceu com uma das mãos deformada e, segundo a crença de seu povo, um meio homem não passa disso. Sua vida será baseada em meias escolhas. O mundo é guiado por homens fortes, portando espadas, e Yarvi não poderia fazer isso com uma mão só. Porém, o que lhe falta em força e habilidade, sobra em inteligência. Ele passa os dias estudando para ser ministro. Quer usar sua inteligência para curar e aconselhar.



Mas não é bem assim que funciona. Certa noite, Yarvi recebe a notícia de que seu pai, o rei Uthrik, e seu irmão, foram assassinados por um antigo inimigo. Pego totalmente desprevenido, Yarvi precisa sentar-se no trono e assumir o legado da família. Esses acontecimentos, por si só, já são o bastante para torná-lo maduro, mas as coisas ficam ainda piores. Yarvi vê de perto o que é ser traído, vendo seu mundo virar de cabeça para baixo. Perdido e sem muitas escolhas, ele decide seguir o único caminho que o manterá vivo. Por enquanto.

Só o que é conhecido pode ser controlado. (pág. 13)

Joe Abercrombie sabe das coisas. Ele nos entrega uma história incrível, com protagonistas fortes e cativantes. Yarvi amadurece de uma forma impecável, e nem de longe parece o mesmo menino que nos foi apresentado nas primeiras páginas. O jovem rei de Gettland usa toda sua sabedoria que havia adquirido para ser ministro como sua arma em campo de batalha, tornando-se um ótimo estrategista, e descobrindo como conseguir os melhores aliados para alcançar aquilo que ele mais deseja: vingança. Acima de tudo, Yarvi quer voltar para casa e recuperar o trono que é seu por direito.

Meio Rei é um prato cheio para os amantes de fantasia. Uma história sobre adaptações, e como até mesmo pessoas mais limitadas podem se tornar grandes guerreiros. Nem toda guerra é travada com aço, e Meio Rei nos mostra por que isso acontece. Um mundo bem explorado, com uma escrita muito agradável. Os capítulos são curtos, e a diagramação só colabora para uma leitura fluida. Gosta de frases de efeito? Aqui tem aos montes também. Não há desculpa para não ler essa história incrível.

Nota:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos no Instagram @dicasdojess