15/10/2018

[Curiosidades] Kraken



Se você gosta de criaturas mitológicas, com certeza já ouviu falar do Kraken. Kraken é uma espécie de lula gigantesca, que continha mais de 100 tentáculos, e ameaçava os navios e mares no folclore nórdico. Acredita-se que ele habitava as profundezas do Mar da Noruega, que separa a Islândia das terras escandinavas.



Entretanto, não há registro algum do Kraken na mitologia nórdica, muito menos na grega. Ou seja, de onde veio esse bicho? O Kraken é constantemente confundido com Cetus, da mitologia grega, por serem criaturas parecidas.

Cetus


Na primeira edição do livro Sistema Natural, do zoologista Carolus Linnaeus, Kraken foi classificado como cefalópode e seu nome científico ficou conhecido como Microcosmus. Pontoppidan (escritor dinamarquês, vencedor do Nobel de 1917) o classificou como do tamanho de uma ilha.

Alfred Lord Tennyson, poeta inglês, escreveu um poema sobre o Kraken:

Sob os trovões da superfície,
Muito distante submerso no abismo marinho,
O Kraken dorme sempiterno e sossegado sono sem sonhos:
 intocável pelos mais fracos raios de sol
Sobre seus sombrios lados: em cima de suas ondas
Enormes esponjas de altura e crescimento milenares;
E distante na luz doentia,
De diversas grutas assombrosas e celas secretas
Incontáveis e enormes corais
Balançando com gigantescos braços o imóvel verde
Ali repousa por eras, e continuará
Engordando sobre enormes vermes marinhos em seu sono,
Até que o derradeiro fogo irá esquentar as profundezas;
Então mais uma vez homens e anjos se verão,
Em um rosnado ele se levantará e na superfície morrerá.





Por ser tão colossal, Kraken é inserido regularmente em histórias que envolvem o alto mar, como na franquia Piratas do Caribe e no segundo jogo da série God of War. No filme Fúria de Titãs, de 2010 (remake do filme de 1981), Perseu petrifica o Kraken usando a cabeça de Medusa, a rainha das górgonas. Uma das aparições mais famosas é em Vinte Mil Léguas Submarinas, do famoso autor Júlio Verne.

Claro, Kraken apareceu em vários outros livros e histórias. Essa é só uma pequena lista. E aí, acreditam que esse bichão possa ter existido?



Nenhum comentário:

Postar um comentário