13/07/2018

[Curiosidades] Mansão Winchester



Se você ao menos ouvir falar na série Sobrenatural, então você conhece os irmãos Winchester. Na série, eles são hábeis caçadores de demônios, e ganharam uma legião de fãs ao redor do mundo. E se eu te contar que parte disso tudo é baseado numa assustadora história real?



Reza a lenda que a Mansão Winchester foi construída para abrigar espíritos daqueles que foram mortos pelo rifle Winchester, criado por seu marido, William Winchester. A arma foi comercializada entre o século XIX e o século XX. Em 1881, William morreu de tuberculose. Sarah tornou-se uma viúva rica com uma enorme herança de 20 milhões de dólares, bem como uma participação de 48,9% na Winchester Repeating Arms Company e tinha uma renda de cerca de mil dólares por dia.

Após a morte de William, Sarah, a viúva, chamou um médium. O espírito de John supostamente apareceu e disse à sua esposa que ela deveria mudar-se para a Califórnia e construir uma casa, para si e para os espíritos daqueles que o rifle havia matado.

E é aí que tudo vira uma bagunça. A casa é extremamente enorme. Se, por fora ela é linda, por dentro é totalmente sem sentido. Sarah reconstruiu a casa do zero, e todo mundo trabalhou 24h por dia, sem cessar, até o dia de sua morte, em 5 de setembro de 1922. Nesse dia, a construção foi interrompida imediatamente.


Não havia um plano concreto para completar. Sarah conversava com o mestre de obras todas as manhãs, dizendo o que seria montado naquele dia. E, a maioria das coisas não fazia sentido. Escadas que levavam às paredes, assim como portas que não levava a lugar nenhum (só para começar a lista de bizarrices). Segundo a lenda, era para manter ali os espíritos das pessoas que foram mortas pelo rifle de seu marido. 

Sarah era obcecada pelo número 13, como se sua história já não fosse bizarra o bastante. As paredes têm 13 janelas, e as janelas têm 13 painéis de vidro. Exceto pela escada sinuosa, que possui 42 degraus, todas as outras possuem 13 degraus. Nessa escada de 42 degraus, cada degrau possuía apenas dois centímetros de altura, devido à artrite de Sarah, que não podia mexer muito o corpo.

E não pensem que Sarah economizou em sua casa. Muito pelo contrário. Olhem esses números:

- 2,5 hectares de área paisagística;
- 40 quartos (inicialmente tinha somente 8!);
- 47 lareiras; - 13 banheiros;
- 52 claraboias;
- quase 10.000 janelas!
- 600 portas;
- 3 elevadores;
- 78.000 litros de tinta foram usados para pintar a mansão.

De todos esses cômodos, há um em especial: o quarto azul. Dizem que era nesse quarto que Sarah realizava suas sessões espíritas particulares, ou seja, era ali que ela recebia suas visitinhas. Enquanto Sara era viva, só entrava no quarto azul quem ela permitisse. Alguns acreditam que esse quarto seja uma passagem para outra dimensão.



Até 1906, a mansão tinha 7 andares. Nesse ano, houve um terremoto, deixando a casa com apenas 4 andares. Sarah amava madeira, então tudo foi construído com madeira vermelha (sequoia canadense). Contudo, ela não gostava da aparência, então mandou que toda a casa fosse envernizada (aqui os 78.000 litros de tinta).

Quando Sarah morreu, em 1922, todos os seus bens foram passados para sua sobrinha e secretária pessoal. Sua sobrinha retirou o que queria e leiloou o resto. Há boatos de que foram necessários 6 caminhões, trabalhando 8 horas por dia, durante SEIS semanas, para conseguir remover tudo da casa.

Sarah Smith, uma das funcionárias, entrou num dos quartos trancados quando ficou sozinha na casa. "A porta se fechou atrás de mim, e deu pra sentir uma enorme pressão lá dentro. Parecia que as paredes se aproximavam. Eu quis sair de lá o mais depressa possível.", disse ela.

Ainda acha que tudo isso é normal? Então faça uma visitinha. A mansão fica aberta todos os dias do ano, exceto no natal, das 09:00 às 19:00hs. Ao chegar na mansão, você compra o ingresso para um dos passeios oferecidos. O passeio mais completo é chamado de Grand Estate Tour e o preço varia de acordo com a idade, de U$ 30 até U$ 40,00 o mais caro, e tem aproximadamente 2 horas.

Não demorou até que a história dos Winchester caísse no gosto do povo. Como dito no começo do post, ela inspirou o sobrenome dos protagonistas de Supernatural e, mais recentemente, ganhou um filme, com a atriz Helen Mirren no papel da protagonista.




Nenhum comentário:

Postar um comentário