19/10/2017

[Resenha] Vortex



Hey, crianços. Tudo bem com vocês?

Eu avisei, eu avisei. Tempest é um livro maravilhoso. Adquiri os livros sabendo de todo o potencial da história criada por Julie Cross, mas eu não sabia que a autora conseguiria fazer com que Vortex fosse ainda mais instigante e frenético do que o primeiro livro da trilogia. Bom, a própria capa do livro traz spoilers, então tentarei não revelar muito do enredo. Se ainda não leu a resenha de Tempest, confira aqui.

Após os acontecimentos do primeiro livro, Jackson Meyer tornou-se um agente da Tempest, mesmo contra a vontade de... bem, de todos. Todos acham que o garoto só é mais um riquinho tentando brincar de agente secreto. Entretanto, mesmo com tudo o que descobriu e tudo o que precisa fazer, Jackson revelou-se um ótimo agente.
Aos poucos, enquanto estuda e realiza missões para a Tempest, Jackson tenta aprender mais sobre os conceitos de viagens no tempo e o que pode acontecer caso ele realize uma, sendo ela um meio-salto ou um salto integral. Mesmo com seu parentesco, o Comandante Marshall não pegou leve com ele, e ele mesmo não queria que pegassem leve. Era ali que ele queria estar, descobrindo mais sobre si mesmo e protegendo aqueles que ele ama. Principalmente Holly. Ele queria, bem que queria, mas não conseguiu deixar sua antiga vida para trás. Não quando se tratava de Holly.

Fazer amigos na Tempest não era sua prioridade, mas ele acaba precisando confiar em Jenni Stewart e Kendrick, sua nova parceira, quando uma missão na Alemanha dá errado, e eles acabam descobrindo que eles têm muito mais dúvidas do que conhecimento. Há muito mais IDT's (Inimigos do Tempo) do que antes, alguns que nem mesmo constavam no banco de dados da CIA, o que significa que Thomas está dois passos à frente deles. Não só Thomas, mas todo o Eyewall, que Jackson descobre ser um departamento rival da CIA. Alguém que pode bater de frente com a Tempest.



Gosta de reviravoltas? É o que mais tem nesse livro. A cada viagem realizada por Jackson, descobrimos uma enxurrada de informações (nem foi um trocadilho), deixando-nos com ainda mais vontade de descobrir o que diabos está acontecendo. Seja algo do passado ou uma informação bombástica vinda do futuro, todos os acontecimentos do livro nos deixando ainda mais ansiosos para saber o que acontecerá em seguida. Não adianta. Quanto mais você lê, mais você quer saber. É inevitável. A narrativa de Cross é surpreendente. Ela soube muito bem como amarrar cada laço da trama, e deixou um infinito de possibilidades para o último livro da trilogia, deixando incerto não só o futuro de Jackson, mas do mundo todo.

Os personagens já conhecidos são muito bem desenvolvidos. Descobrimos um pouco mais sobre Jackson e até mesmo Jenni, que costuma ser muito direta, mas reservada sobre si mesma. Entretanto, os personagens novos não ficam tão atrás. Cada um dos novos recrutas da Tempest revela uma habilidade única, e não é diferente com Kendrick, que revela-se uma grande aliada e amiga.

Infelizmente, Tempest é uma trilogia pouco comentada no meio literário. Injustamente, claro, pois os livros têm tramas incríveis, com personagens bem trabalhados e reviravoltas surpreendentes. Se você gosta de viagens no tempo e conspirações, Tempest precisa estar na sua estante.

Nota:



4 comentários:

  1. Cada vez mais que você fala desses livros, mais eu me arrependo de não ter lido! Kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu avisei que eram maravilhosos. Achou que eu tava brincando haha

      Excluir
  2. Jess eu preciso ler esses livros! Obrigada por me apresentar eles, estava precisando mesmo ler alguma coisa nova! Vou ler as outras resenhas para poder entender e me apaixonar mais por eles hahahaha <3

    E ah, amei seu cantinho viu?

    Beijão,

    www.dezoitoluas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, e espero que goste tanto quanto gostou dessa.
      Tô com medo de começar o último livro e ficar de ressaca literária haha
      Obrigado :3

      Excluir