20/12/2016

[Review] Krampus - O Terror do Natal



Hey, gente. Tudo bem com vocês?

Confissão rápida aqui. Antes do lançamento do filme, eu não fazia ideia da existência de Krampus. Quando soube quem ele era, dei aquela pesquisada marota e escrevi o conto Natal Negro. Então sim, Natal Negro viu a luz do dia graças ao filme. Estou pensando, e só pensando, em escrever um livro baseado nesse conto. É, vamos ver o que acontece.

É Natal. Não importa se você comemore ou não, precisa admitir que é uma época do ano em que todos tentam ao menos fingir que são bonzinhos. Família se reúne, e aquele tio chato pede desculpas ao seu pai por causa de um mal-entendido que ocorreu há alguns meses. Todo mundo come horrores, conversas são jogadas fora, crianças chorando e correndo por todos os lados. No fim da noite, todo mundo dormindo em algum canto da casa, até mesmo sentado no canto da cozinha. Coisa linda, né? Emociona só de imaginar.
Entretanto, o mais importante são as cartas escritas ao Papai Noel. Mesmo se você foi uma pessoa ruim durante o ano, ainda terá a cara de pau de escrever para o Papai Noel, com uma lista gigantesca de desejos. Mas também há aqueles que escrevem cartas ruins, reclamando de algo ou alguém, desejando que tal coisa nunca tivesse acontecido. Meu amigo, é aí que mora o perigo.
Max está infeliz. Sua família está reunida em sua casa para o Natal e, mesmo tendo escrito uma carta para o Papai Noel, ele acaba desejando que tudo aquilo tenha um fim, porque seus parentes são um pé no saco (e são mesmo). Max não sabe, mas acaba despertando uma força maligna conhecida como Krampus. Krampus é a sombra do Papai Noel e, ao contrário do bom velhinho, ele não dá presentes, mas tira coisas de pessoas que perderam a esperança e o verdadeiro espírito natalino.
A família de Max fica presa numa casa sem energia durante uma nevasca na véspera de Natal. Não pode piorar, né?  Pode. A irmã de Max sai para ver o namorado e desaparece. Seu pai e seu tio saem para procurá-la, e quase pagam com as próprias vidas. Eles voltam para casa e lacram portas e janelas. Mas não é o bastante, porque Krampus não está sozinho. Ele tem fieis seguidores, dispostos a ajudá-lo a cumprir seu papel.
O filme demora um pouco pra realmente ingressar no terror, mas acerta quando o faz. Os ajudantes de Krampus têm um tom maléfico e satírico. Você pode pensar que coisinhas fofas não podem fazer mal algum, mas sim, elas podem. Porém, é quando as correntes de Krampus passam é que todos os pelos do corpo se arrepiam, pois você percebe que aquilo que está ruim pode piorar ainda mais.
Max percebe a besteira que fez e tenta refazer o pedido. Será que ele conseguirá salvar sua família e o Natal?
Krampus - O Terror do Natal é um bom filme. Os atores convencem em suas atuações, os efeitos especias e trilha sonora também. Assisti-lo apenas no Natal é algo viável? Claro que sim. Muitas pessoas assistem filmes natalinos apenas no Natal. Entretanto, considero Krampus um filme para ser assistido em qualquer época do ano.

Obs: sobre a cena final do filme, só há uma reação possível:



Nota:

2 comentários:

  1. Amei o post.
    Ainda não conhecia, parece ser bem legal.
    https://blogdajenny2014.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir