18/11/2015

[Creepypastas] Quadrante 36 - Parte I



Coisas comuns acontecem com pessoas comuns. Essa é a vida. A rotina toma conta de sua vida. Você vivencia coisas, e elas acabam. Mas, às vezes, e só às vezes, acontece algo em sua vida que você simplesmente não consegue explicar. Alguns chamam isso de milagre, ou talvez sorte. Uma dessas coisas aconteceu comigo, uma vez, e eu só conseguia classificá-la como aterrorizante e inacreditável.
Eu estava voltando para casa, após outro longo dia de trabalho. No caminho, passei na escola perto de casa para buscar minha filha. Ela correu em minha direção, como sempre fazia. Me abraçou e disse que estava com saudades, como ela sempre fazia. Minha rotina não era a melhor do mundo, mas eu gostava dela.
Tentei quebrar um pouco a rotina naquele dia. Passei no mercado e comprei pizza para nós dois. É, era só nós dois, desde que minha ex-esposa resolveu trocar nossa rotina pela rotina de um cara que podia pagar tudo o que ela queria.
Entramos em nossa casa, e foi a partir desse ponto que as coisas começaram a ficar estranhas. Ali, no sofá da sala de minha casa, estava sentado um homem, o qual eu não fazia a mínima ideia de quem era.
- Quem é você? - Perguntei, assustado, sentindo o desespero de minha filha quando ela apertou meu braço. - Como entrou aqui?
- Acalme-se, James - ouvi aquele homem dizer, mantendo a calma em sua voz. Porém, eu sentiria qualquer coisa naquele momento, menos calma. Eu estava assustado e indignado e, infelizmente, não havia nada pesado o bastante para que eu pudesse usar como arma.
- Filha, vá para seu quarto - falei, e ela logo saiu correndo.
- QUEM É VOCÊ?! - Gritei, pegando meu celular. - Responda logo, antes que eu chame a polícia.
- Deixe-me dizer o que vim fazer aqui, e irei embora, sem causar nenhum mal à você ou à sua filha.
Sentei-me no outro sofá, e pedi que ele começasse a falar. Eu tentava parecer calmo, mas eu sabia que não ficaria calmo enquanto aquele "homem" estivesse ali.
Ele começou se apresentando. Disse que seu "nome humano" favorito era Barney, e que eu poderia chamá-lo assim. Barney vinha do Quadrante 36, um local numa galáxia distante, o qual o homem ainda não havia encontrado. Fiquei assustado, logo de cara. Quem não ficaria assustado ao descobrir que um alien, com a aparência de um humano, estava bem ali, na sua frente?
Barney continuou contando sua história. Ele disse que seu planeta era muito desenvolvido tecnologicamente, e que alguns dos outros 49 Quadrantes esperaram por anos até que a Terra estivesse preparada para uma forma superior de guerra. Infelizmente, para nós, humanos, os habitantes desses Quadrantes pensavam que os humanos precisavam ser eliminados o mais rápido possível, para que a Terra se tornasse mais um planeta conquistado por eles.
Pedi para que ele parasse de falar, pois era muita informação para processar. Fechei os olhos por um tempo, e logo comecei a rir. Não demorou muito para que a risada se tornasse uma gargalhada.
- Eu já esperava que você não fosse acreditar - ele disse, colocando a mão no bolso de sua calça. - Foi por isso que, por garantia, eu trouxe isso para você.
Ele entregou em minha mão um equipamento do tamanho de um melão. Parecia simples e, ao mesmo tempo, muito tecnológico, até mesmo para mim. Aquilo parecia ser alimentado por uma fonte de energia própria, uma vez que havia algo brilhando em seu interior.
- O que é isso? - Perguntei, e ele notou que eu começava a me interessar por aquilo, ao mesmo tempo que notei que minha filha estava ali, a nos observar.
- É uma das peças que usamos em nossas armas - Barney disse. - Vim através de um buraco de minhoca, avisá-lo sobre essa guerra. Provavelmente serei morto por isso, mas o propósito pelo o qual eu estou aqui é muito maior do que minha vida.
No mesmo instante em que ele disse isso, tudo ficou escuro. Não só as luzes de minha casa se apagaram, mas parecia que o céu estava completamente tomado pela escuridão, como se uma tempestade nunca antes presenciada estivesse se aproximando.


2 comentários:

  1. Quando vem o resto, curiosa ao extremo aqui

    ResponderExcluir
  2. Fico feliz que tenha gostado :3
    A próxima parte vai chegar em breve ><

    ResponderExcluir