02/06/2015

[Resenha] O Iluminado

Bom dia, gente. Tudo bem com vocês? Como tá o tempo aí onde vocês moram? Aqui estava chovendo há alguns dias, mas agora está só frio. Ao menos não está nevando, igual as proximidades do Hotel Overlook.

O Iluminado foi meu primeiro livro do autor Stephen King, e me arrependo bastante de não ter lido nada do autor antes disso. A história do livro gira em torno da família Torrance. Jack Torrance, o pai ex-alcoólatra e problemático, aspirante a autor, está tentando uma vaga de zelador no Hotel Overlook, durante o inverno. Wendy Torrance e Danny Torrance, sua esposa e filho, vão com ele. Mesmo não acreditando que isso seja uma boa ideia.
Ficar alguns meses preso num hotel, durante o inverno, isolado do mundo, não parece uma ideia tão boa, e isso piora devido à dois fatos: Danny é um iluminado. Ele consegue ver e sentir coisas que ninguém mais pode ver, inclusive o passado sombrio do Hotel Overlook, que se conecta ao garoto de uma forma que ninguém gostaria de estar. Poderia ser um dom maravilhoso, mas é Stephen King, meus amigos. É claro que vai dar ruim. E dá ruim. Muito ruim.
O tempo vai passando, a neve só piora, e a família Torrance fica cada vez mais isolada do mundo. Eles começam a ficar preocupados pois, de uma forma ou de outra, todos têm sido afetados pelo hotel, principalmente Danny e Jack. O garoto têm cada vez mais visões sobre o passado do lugar, e tenta descobrir qual o significado da palavra REDRUM. Tudo é fora do normal, ainda mais pra uma criança que mal sabe sobre o dom que tem; seu pai, de alguma forma, está tornando-se cada vez mais agressivo, preocupando o garoto e sua mãe, que já não conhece mais o marido. Jack sempre foi problemático, mas, de alguma forma, estar no hotel despertou de uma vez por todas esse lado vilanesco dele.
O Iluminado é uma história de terror psicológico, que intriga o leitor. Você simplesmente não consegue parar de ler, pois precisa saber o que vai acontecer depois. Ponto para o sr. King, por fazer uma história tão intrigante como essa, deixando-a cada vez mais surpreendente a cada página.

Nota:


Nenhum comentário:

Postar um comentário