27/12/2014

[Resenha] Zeck Death - O Ceifador do Milênio

"Não importa o quão longe vá, o homem não pode fugir de seu destino"

E é o que acontece com o protagonista desse livro, Zeck Colossus. Zeck é um vampiro do século XI, o auge da fúria viking. Após séculos vagando por todos os lugares do mundo e vivenciando todas as guerras que a humanidade já presenciou, ele e sua família se mudam para um castelo na cidade de Haunted. Então, tudo muda na vida de Zack. Ele conhece Sara Hitchens, uma garota misteriosa que acabou de se mudar para a cidade, por causa da faculdade. Mesmo aparentando ser uma garota legal e que gosta de fazer novos amigos, Sarah não demonstra que quer compartilhar seu passado com ninguém. Mesmo assim, fez amizade rapidamente com Samuel e Victória.
Os dias se passaram, e assassinatos inexplicáveis começaram a acontecer na cidade. O experiente inspetor Robert começa a enfrentar um inimigo totalmente diferente de tudo o que ele já havia enfrentado antes.
Mesmo sem ter a intenção, Sarah muda tudo na vida de Zeck, que acaba colocando o segredo da sua família em risco por causa da garota. A mãe de Zeck a vê como um problema, e recebe ordens de eliminá-la o quanto antes.

O autor Acácio Brites criou uma ótima obra, mas que poderia ter sido melhor desenvolvida, melhor trabalhada. Faltou descrição em alguns locais e cenas, e melhor desenvolvimento dos personagens. Ele também peca no uso excessivo de exclamações. Essas falhas não afetam o final do livro, que é muito bom, aliás (surpreendeu até mesmo a mim), mas podem ser evitadas numa segunda edição. A capa do livro é linda, e condiz muito com o tema do livro. Se você é daqueles que
compra um livro pela capa, Zeck Death com certeza estará na sua estante.


Livro: Zeck Death - O Ceifador do Milênio
Autor: Acácio Brites
Editora: Autografia

Nenhum comentário:

Postar um comentário